Skip to content

Mais alguns túneis

  

Vencido o obstáculo da ponte de Pollo Valente, há que continuar a caminhada. Mas ainda faltam imensos túneis. Aliás todos os túneis estão numerados por meio de uma placa amarela situada à entrada. Olhando para a entrada do túnel que agora se nos depara, verificamos que é o oitavo.

 

Aspecto do oitavo túnel, que tem cerca de 300 metros de comprimento.

O oitavo túnel tem cerca de 100 metros de comprimento.

  

Neste dia quente de Julho, o calor já vai apertando e por isso os túneis são aproveitados para descansar um pouco.

Pausa para merendar, no décimo primeiro túnel.

Pausa para merendar, no décimo primeiro túnel.

  

Para além dos morcegos, os túneis também são procurados por algumas aves, como as andorinhas-das-rochas, que constroem os seus ninhos no interior dos túneis. À saída do décimo segundo túnel, encontrámos uma jovem andorinha, que caíra do ninho. Felizmente, depois de libertada, a ave conseguiu voar.

Gonçalo Elias segura uma jovem andorinha, que caiu do ninho.

Gonçalo Elias segura uma jovem andorinha, que caiu do ninho.

Seguinte

%d bloggers like this: