Skip to content

Livro de Visitas

 

Utilize esta página para nos enviar os seus comentários, dúvidas ou sugestões.

Anúncios
130 comentários leave one →
  1. João Xavier permalink
    29/08/2009 00:19

    Olá a todos. Parabéns pela vossa magnifica viagem.

    Sabem como lá estão as coisas agora. Continua a ser possivel o passeio? Permanece alguma segurança? Sabem de algum grupo que lá tenha ido ultimamente? Estou interessado em realizar o mesmo passeio, mas com receio do que vamos encontrar.

    Como foram para La Frageneda???

    Cumprimentos

    João Xavier

    • Diana permalink
      07/09/2009 17:45

      Olá! Fiz este percurso em Agosto deste ano com mais 5 amigos.
      Fomos de comboio até ao Pocinho e começamos aí a caminhada. Pernoitamos em Barca d’Alva. Aí combinamos com o senhor do café ele fazer de taxi e ir-nos buscar a La Fregeneda no dia seguinte e levar-nos para o Pocinho onde apanhamos de novo o comboio para o Porto.
      Ou seja, é possível e aconselho o percurso Pocinho – Barca d’Alva – La Fregeneda.
      Se nós fizemos no Verão, com um calor insuportável, e sobrevivemos, quem fizer no Outono sobrevive concerteza 😉

      • 14/11/2011 22:17

        quais o custos da viagem de taxi? ainda são muitos quilómetros

    • 19/04/2012 15:45

      As fotografias são de facto fascinantes. Alguém me pode esclarecer quanto ao nível de fiabilidade das pontes e com que segurança pode esta travessia ser feita a pé?

      Obrigada e cumprimentos a todos.

  2. 07/09/2009 15:43

    Excelente.

    Coloquei uma entrada no meu Blog com o vosso endereço.

    Os meus Parabéns.

    José Couto
    Porto

  3. 08/09/2009 12:03

    Parabéns pela maravilhosa viagem através do Douro.
    Do mesmo modo gostaria de saber como fazer um passeio como este.
    Cumprimentos
    Jorge Rego

  4. Jorge Gonçalves Martins permalink
    08/09/2009 12:20

    Parabéns pela excelente descrição do percurso. Gostaria muito de realizar esta caminhada de preferência com alguém que conheça bem o terreno.

    Jorge Martins

  5. Luis Antunes permalink
    08/09/2009 15:44

    Parabéns pela vossa coragem ao percorrer aquelas pontes, eu não conseguia, fizeram um optimo trabalho ao divulgal este troço abandonado.

  6. Solange Simões permalink
    08/09/2009 17:45

    Que belo caminho! Parabéns por vencer esse difícil desafio!

    Saudações desde o Brasil

    Solange

  7. 09/09/2009 13:13

    Olá,
    Parabéns pela vossa página!
    A Campo Aberto (Associação de defesa do Ambiente) está a organizar para o próximo dia 4 de Outubro uma caminhada ao longo de um troço da linha do Tua (desde a Foz até S.Lourenço~16Km), no qual existem 5 túneis, uma ponte e 2 viadutos. Não estão interessados em participar?

    Margarida Coelho

    • Jorge Gonçalves Martins permalink
      10/09/2009 14:36

      Olá boa tarde,
      gostaria de saber mais pormenores, será possivel?

      obrigado

    • Manuel S. Morgado permalink
      25/01/2010 19:27

      Olá fiz este percurso com mais 6 amigos no ano de 2009mês de Maio. Fomos de comboio até ao Tua, e daí de taxi 9 lugares até Abreiro, custou cerca de 30 euros. Abreiro km28, S.Lourenço km16, dormida no átrio da estação, coberto, e com água na localidade a 200 metros. 2º dia até tua km0 comboio de regresso a Lisboa.

  8. José Vaz Guedes permalink
    09/09/2009 17:31

    Caros Amigos

    Antes de tudo, os meus parabéns pela vossa notável reportagem.

    Com muita saudade, lembro-me de uma viagem a Barca de Alva com meu Sogro, á altura

    Administrador da CP ( Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses ), decorria o ano de

    1967, para uma reunião na Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo com entidades

    Espanholas, com a finalidade de reactivar a ligação entre Barca de Alva e Espanha.

    O seguimento desta e outras reuniões esta bem demonstrado na vossa reportagem.

    Os meus cumprimentos

    José Vaz Guedes

  9. Nuno Silveira permalink
    11/09/2009 23:59

    Gostava imenso de participar num passeio pedestre em linha férrea, tipo Pocinho, Barca de Alva, etc. Qualquer organização deste género é favor contactar por mail brandytex@hotmail.com

  10. Jorge Manso permalink
    16/09/2009 08:34

    Espectacular. Um belo relato que nos enche de vontade de ir também percorrer esse trajecto.

  11. Paula Nova permalink
    18/09/2009 14:00

    LINDO!…LINDO DE MORRER…
    Aqui está algo que eu adoraria fazer…

  12. mario permalink
    26/09/2009 12:19

    Caros amigos

    em relação ao passeio pela Linha do Tua , da Campo aberto no dia 4 de Outubro as informações estão aqui

    http://www.campoaberto.pt/2009/09/15/passeio-ao-vale-do-tua-patrimonio-entre-serras-e-fragas-2/

    ou
    http://www.linhadotua.net

    ou

    alinhaetua@blogspot.com

    será inesquecível

    Honremos o passado preservando o presente para termos futuro

    mario sales de carvalho

  13. Maria Isabel Fleury permalink
    14/10/2009 15:53

    Parabéns aos meninos!!!! Amei fazer essa viagem via net.

    Sucesso!!

    Isabel São Paulo/Brasil

  14. Maria Isabel Fleury permalink
    14/10/2009 15:54

    sem comentários, tudo foi maravilhoso!!! Amei.

  15. pinto ferreira permalink
    14/11/2009 22:11

    MEUS AMIGOS. DELICIEI-ME COM AS VOSSAS FOTOGRAFIAS.
    FIZ MUITAS VIAGENS DE BARCA DALVA ATÉ SALAMANCA E NÃO POSSO ESQUECER OS TÚNEIS ONDE “MORAM” OS MORCEGOS. ISTO PORQUE ME ERA DADA A VANTAGEM DE VIAJAR JUNTO AO MAQUINISTA. É UM ESPECTÁCULO FANTÁSTICO. CLARO QUE DO PORTO ATÉ Á RÉGUA ESSA VIAGEM É SOBEJAMENTE POR MIM CONHECIDA.
    JÁ CHEGA.
    OS MAIS SINCEROS PARABÉNS PELA VOSSA INICIATIVA. O MEU MUITO OBRIGADO.
    PINTO FERREIRA

  16. Gustavo Infante permalink
    18/01/2010 22:47

    Muitos parabéns!! Cheguei a fazer um pouco (muito pouco!) do percurso, de Barca de Alva em diante, mas apenas 3 km. Adorava fazê-lo na sua totalidade e, quem sabe, em vários dias, até quase Salamanca. Gostaria de saber se algum de vocês, aventureiros do percurso, está a organizar outra ida!
    Parabéns pela iniciativa e pelas fotos!
    Obrigado

  17. 20/01/2010 15:43

    Fantástico!

    Este país desbarata assim um excelente meio de promoção turística. Paisagens belíssimas, ao “abandono”, ali, à mão de semear, para serem fruídas pelos amantes da Natureza.
    Terra Verde – Grupo de Pedestrianismo de Ermesinde, está interessado em organizar conjuntamente, uma caminhada naquela região. Quem me ouve?

    Manuel Valdrez » mvaldrez@gmail.com / 96 676 28 38

  18. Manuel S. Morgado permalink
    25/01/2010 21:08

    Olá Gonçalos, Carlos, Paulo, Pedro, Maria, e todos os Amantes das Caminhadas e destas >Belíssimas Linhas Abandonadas, onde tudo vão roubando, e como não basta, querem “Afogar” a do Tua no fundo de uma albufeira desse belo rio selvagem.
    Como sabem a maioria destas linhas foram encerradas no início dos anos 90, algumas têm pequenos troços consolidados ao nível da soleira e obras de arte, onde se pode andar a pé de cavalo, bicicleta e outros meios não motorizados. Outras hà que se poderiam recuperar para ter, de certeza, o mesmo sucesso do Vapor na linha do Douro.
    SOBRE AS CAMINHADAS. Comecei com dois amigos (DOURO) BARCA D´ALVA – POCINHO 2002, (CORGO) VILA POUCA DE AGUIAR – VILA REAL 2003, (TÂMEGA) MONDIM DE BASTO – AMARANTE 2004, (VOUGA -I) SERNADA DO VOGA – OLIVEIRA DE FRADES 2007, (VOUGA-II) VISEU – VOUZELA 2008, (TUA) ABREIRO – TUA 2009. Actualmente somos cerca de 8. Todos os anos em Maio. EM 2010 LINHA DO DÃO, e ainda ficam outros troços destas e: Minho, Sabor, Moura, Reguengos, Vila Viçosa, Mora, etc. UM ABRAÇO, BOAS CAMINHADAS. Morgado

    • Pedro marques permalink
      19/05/2010 16:02

      Para efectuar o percurso todo ( Pocinho – até ao final ) – qual é o tempo previsto de marcha ?

    • João Xavier permalink
      01/02/2011 16:28

      Olá a todos,

      Com um grupo de amigos já levamos na bagagem: – Barca d´Alva – Pocinho; Vila Real – Régua; Arraiolos – Evora e Mina de São Domingos – Pomarão. Qual delas a melhor??? Não sei responder. Todas são fabulosas e cada uma diferente. Gostaria de preparar para Março / Abril a linha do Tua (Brunheda ao Tua). Alguém sabe se ainda se pode passar na zona das obras???? E o Dão vale a pena????

  19. daniela costa permalink
    26/01/2010 13:13

    Parabens pela iniciativa! como colaboradora da CP e apaixonada pela natureza, considero estas iniciativas super interessantes, espero em breve poder eu própria fazer este caminho!

  20. Joaquim Ferreira permalink
    06/02/2010 07:54

    Parabéns pela vossa maravilhosa aventura e pela maneira como a descreveram, fiquei com o “bichinho” cá dentro para me aventurar nesse local maravilhoso com o Douro como companhia. Um abraço a todos.

  21. Claudia Monteiro permalink
    10/02/2010 17:55

    Parabéns pela vossa aventura! Assim dá-nos a conhecer o que de maravilhoso temos! Que pena não haver aí um comboio muito antigo a fazer esse percurso, como fazem no estrangeiro! Será que não há por aí algum membro do Governo ou da CP que leia as mensagens e se lembre de fazer algo por nós? Iria, concerteza, render dinheiro!!
    Um abraço de Leiria

  22. Luísa Isabel Inácio permalink
    10/03/2010 17:03

    Adorei a vossa reportagem sobre a Rota dos Túneis! A paisagem é arrebatadora, ainda mais para uma fã incondicional dos caminhos de ferro. Uma obra de engenharia ferroviária fabulosa e a prova de que o esforço humano pode levar-nos a todos muito longe!
    Os meus parabéns!

  23. Cláudia Dias permalink
    10/03/2010 19:17

    Parabéns pelo excelente trabalho que aqui apresentam.
    É um roteiro turistico fabuloso.
    Continuação do bomtrabalho.

  24. Paulo Almeida permalink
    21/03/2010 16:34

    Desde já o meu obrigado pelo magnifico passeio que me proporcionaram….

    Foi um cocktail de belas paisagens, pontes, e aves…..

    Fiz este track a cerca de meio ano e achei que se encontra em bom estado, pena é o estado de degradação que está a Estação de La Fregeneda.

    Mas enfim não se pode ter tudo….

    Abraço.

  25. jose maria gomez garcia permalink
    08/04/2010 23:47

    He hecho el recorrido en Semana Santa. En solitario desde la fregeneda a Barca de Alva.
    Es un recorrido peligroso, sobre todo si llueve o están humedas las traviesas, No te olvides
    si haces la ruta en el puente de la curva, atraviesalo por la pasarela interior, en la pasarela
    exterior hay dos tramos de union separados por setenta centimetros de separación y hay
    que saltar a la altura de 60 metros. Esperemos que se pronto el arregle del recorrido

  26. Paulo permalink
    13/05/2010 14:20

    Mais uma vez, parabéns pela página por vós apresenta. Excelente descrição com fotos a condizer.
    Já há algum tempo que a visito e re-leio o seu conteúdo.

    Se alguém esiver a pensar organizar uma caminhada nesta rota, agradeço contacto.
    meu e-mail: pauloacjorge(arroba)hotmail.com

    Obrigado.

  27. Isabel permalink
    13/05/2010 20:30

    É triste ver património histórico e natural tão abandonado. Parabéns pela iniciativa, pela caminhada e divulgação da riqueza paisagística deste local.

  28. Filomena Luís permalink
    19/05/2010 12:09

    Parabéns ao grupo, por este trabalho.
    Adorei. Ainda bem que existem pessoas, que gostam de nos mostrar o que temos de belo.
    É uma pena esta linha estar assim ao abandono,com uma paisagem tão rica,como esta.
    Obrigada

  29. Miguel S. permalink
    22/06/2010 21:05

    Caros Aventureiros,

    Parabéns pela magnífica fotoreportagem desta vossa viagem pedestre. Descobri esta página exactamente por estar à pesquisa de informação sobre esta rota dos túneis. Como a minha mulher não consegue tirar férias nesta altura e porque eu tenho 1 semana (ainda do passado) para gozar, tinha planeado pegar na minha scooter, na tenda, sair de Cascais e ir para essas bandas explorar, fazer mototurismo e um pouco fotografia.

    Inicialmente pensei que iriar sair do mesmo ponto que vocês andar um pouco e depois voltar atrás… depois de ver e ler este Vosso documentário, estou decidido a fazer o precurso até à entrada em Barca dÁlva.

    Obrigado pelo incentivo e continuação de boas caminhadas.

    Já agora e se tiverem oportunidade de responder:
    > Encontram-se gente a fazer este caminho ou é raro?
    > Pernoitaram já em Portugal sem tenda?! Aquele local é seguro e tranquilo para pernoitar?

    Obrigado mais uma vez.
    Miguel

  30. Manuel Gonçalves permalink
    13/07/2010 12:27

    Um passeio notável de redescoberta. Não apreciaria ver a linha reactivada para passeios turísticos, pois acabaria com a hipótese de ser utilizada a pé. Seria bom, isso sim, que houvesse uma intervenção mínima nas pontes de modo a proporcionar maior segurança aos caminhantes.

  31. david permalink
    06/08/2010 23:05

    fiz há alguns anos a caminhada desde a Fregeneda até Barca d’Alva com alguns amigos. Foi inesquecível e careci de fotos para tentar explicá-lo a quem tentei. Na verdade as fotografias não dão a sensação de vertigem que se sente… Mas a fotoreportagem está bastante detalhada e, surpresa minha quando descobri este site, fiel às recordações que guardei na memória. Podiam ter sido fotos daquela altura…
    O site está muito interessante como arquivo “patrimonial”. Aqui vai o meu apreço.

    David

    • 30/11/2012 10:06

      olá David!! Na altura em que fez o percurso com os seus amigos recorreu a alguém que conheçia o percurso ou foram a aventura? Estou a pensar em fazer com um grupo de amigos e estamos um pouco a deriva. Pode dar-me uma ajuda quando ao tempo que é necessario para percorrer este percurso, se existem alguns locais para comer, etc!! Obrigado

  32. 08/08/2010 00:24

    É um óptimo trabalho! Parabéns. É pena que não reabram a linha… quem sabe num futuro distante. Para os amantes das linhas de ferro antigas isto é o paraíso. Na minha opinião, seria um bom investimento apostar na reabilitação da linha para fins turísticos. Até lá, resta-nos percorre-la a pé!

  33. Eduardo Silva permalink
    08/08/2010 19:10

    Viva. Alguem está interessado em fazer o percurso na semana de 16 a 20 de Agosto de 2010? Sou do Porto e vou passar essa samana em Macedo de Cavaleiros. Há voluntários? EDUARDO – 917293831. Um abraço.

  34. Emanuel Ferreira permalink
    30/08/2010 02:10

    Aviso:

    Eu e mais 8 pessoas fizemos dia 28/08/2010 o percurso de Barca d´Alva – La Fregeneda. A paisagem é magnifica… sim… mas nem consegui desfrutar! Da experiência que vivi, o risco que se corre é enorme. Posso garantir que de facto a única passagem segura pelas pontes é pelo passadiço metálico (a madeira está podre) … e para passar por lá… é preciso ter muito sangue frio e uma elevada dose de inconsciência. Os passadiços não têm seguramente mais de 40cm de largura… imagine-se agora a percorrer centenas de metros num passadiço dessa largura, em que tudo a que se pode “segurar” é a uma barra metálica de duvidosa segurança, que se encontra à distância de um braço (que não pode ser muito curto), imagine-se a percorrer essas centenas e centenas de metros a mais de 100 metros de altura nestas condições de segurança. Antes de começar a caminhada pergunte-se se ela vale a pena um passo em falso seu ou de um amigo. O risco é muito… a segurança não é nenhuma… depressa pararão de desfrutar e passarão a ficar preocupados por vocês e pelos vosso colegas. Nestas condições do percurso, só aconselharia a um equilibrista profissional; a um alpinista muito bem equipado ou ao meu pior inimigo.

    P.S.- Começamos 9, só completaram a totalidade do percurso 4. Eu fui um dos 4 inconscientes (encurralados) que terminou a caminhada… e não me orgulho de o ter feito.

    Abraço a todos, e boas caminhadas… em segurança!

  35. Marta Borges permalink
    24/09/2010 13:29

    Excelente descrição da vossa travessia.
    Magnificas fotos do percurso.

    brevemente farei essa travessia.
    Parabéns

  36. Arsénio Rodrigues permalink
    19/11/2010 10:34

    Caros aventureiros,

    fiz este magnifico percurso em Maio de 2009 com mais 4 amigos e quero-vos dizer que foi a ver o vosso site (Geocities) que me me fez querer fazer o percurso. Foi o primeiro de muitos sites relacionados com o percurso que eu vi. Gostei muito das fotos e dos vossos comentários, acreditem, foram a minha “inspiraçao”. Depois foi só convencer 4 amigos e toca a caminhar. Fantástico, é o minimo que posso dizer daquilo que vi e senti. Levamos máquina de filmar e fotografar e fiz uma produçao de meter inveja a muitos realizadores.
    Ficou uma recordaçao bonita.
    Parabéns e continuem.

  37. António Teixeira Filho permalink
    22/11/2010 20:05

    Que belo documentário!

    Parabens pela viagem!

  38. Ângelo Valério Freire permalink
    09/12/2010 00:38

    Excelente trabalho. Aqui está um roteiro turístico fabuloso e com futuro. O mundo, tal como está organizado, não é contemplativo. O que não é rentável, abandona-se. Como é visível, em Espanha e em Portugal, sofre-se do mesmo mal. Mas não se pense que é atitude exclusiva dos Ibéricos. Resta-me(n0s) uma certeza; os nossos jovens, de cá e de lá, vão saber encontrar respostas aos desafios que esta e outras situações semelhantes requerem. O presente trabalho prova-o. À que prosseguir. Vivam os jovens que não desistem!

  39. Mário Fernandes permalink
    13/12/2010 15:03

    Muito ouvi falar desta linha ferroviária, mas pouco conhecia, a Vossa reportagem é fantástica.
    Numa altura em que se fala tanto de crise, é angustiante verificar como 2 paises se dão ao luxo de abandonar este património, que não tenho dúvidas se estive noutro pais certamente à muito havia sido aproveitado para o turismo.
    Para Vós que fizeram este percurso e partilharam connosco na reportagem que pude ver, o meu muito obrigado, por terem por este meio permitido o meu enriquecimento cultural.
    Será que alguém com poder e visão algum dia vai olhar para esta maravilha abandonada?
    Parabêns pela coragem e Obrigado pela partilha.

    Mário Fernandes

  40. Paulo Real permalink
    14/01/2011 18:54

    Parabéns!

    Está um site fantástico e um roteiro convidativo a quem gosta de percorrer belos caminhos a pé!

    Irei fazê-lo certamente e depois contarei como foi.

    Continuem a descobrir e a publicar.

    Obrigado.

    Paulo Real

  41. Andre Antunes permalink
    15/02/2011 12:41

    Ola gostei muito do vosso saite, ate ao ponto de querer ir mas eu e uns colegas queriamos ir de bicicleta, sara que me pordem dizer se é possivel?

    Obrigrado pela atencao

    • 15/02/2011 20:28

      Caro André,

      O percurso não é ciclável, uma vez que a linha, as travessas e o balastro não foram retirados, o que torna praticamente impossível a progressão por qualquer outro meio que não seja a pé.

      M/ cumprimentos,
      Gonçalo Elias

  42. andre antunes permalink
    15/02/2011 23:09

    ola novamente e desculpa a incistencia mas se for de dicicletas de btt nao da e que nos montes os caminhos tb nao sao bons. mas uma vez obrigado

    • 16/02/2011 10:04

      A minha opinião mantém-se: não me parece um percurso apropriado para bicicletas (mesmo btt). De qualquer forma, a reportagem foi feita há 8 anos e a última vez que fiz o percurso foi em 2005; não faço ideia em que estado se encontra a linha actualmente.

  43. Antonio Sousa permalink
    17/07/2011 20:13

    Espectacular ! Fenomenal. Ja fiz o percurso em Agosto 2009 do Pocinho até Barca D’Alva e adorei (apesar das enormes dificuldades). Com estas v/imagens estou tentado a fazer o percurso de Espanha até Barca D’Alva (talvez em Setembro). Parabens e um pedido para manterem esta pagina activa.
    Antonio Sousa/Guimarães

  44. Ricardo Matos permalink
    22/08/2011 22:03

    Ola pessoal:

    Fiz este percurso ontem, e foi qualquer coisa de espectacular! ja estive em locais mto bonitos e convidativos mas este supera! o tempo ajudou porque não estava muito calor, mas havia chuva de vez em quando e algum vento, o que dificultou a passagem de algumas das pontes!
    Obrigado pelo vosso site, pois graças a ele reuni alguma info necessaria.
    Info nova..ja nao existe taxi em barca de alva… agora tem de vir de Figueira de Castelo Rodrigo, e o valor pedido foi de 50 euros…pensem bem em como fazer! Nós tivemos a sorte de arranjar bolei de um bom samaritano:)
    abraços!

    Ricardo Matos

  45. lino ribeiro permalink
    01/09/2011 19:01

    FENOMENAL . Só conhecia esta linha pelo que o meu pai me fala dela , muito obrigado pelas magnificas imagens. PARABENS!!!

  46. Manuel permalink
    03/11/2011 13:27

    Obrigado. Uma descrição arrebatadora que deixa o desejo de poder caminhar pelos vossos passos… um dia.

    Manuel

  47. juliana permalink
    09/11/2011 13:58

    Olá,adorei tudo!
    adorei a reportagem,tudo mesmo!
    pena que provavelmente dentro do meu circulo de amigos,eu serei a unica a faze-lo,se alguma vez fizer,visto que sozinha torna-se complicado…
    mas alguem tem mais pormenores recentes sobre esta rota? seria bom ter mais informações!
    parabens! esta tudo magnifico!

  48. Hugo Seabra permalink
    14/11/2011 14:42

    Muito boa tarde.

    estou entusiasmadissimo, pois Irei fazer esse mesmo percurso.
    Mas gostaria de saber com quem falaram para alugar o mini bus que vos transportou.

    O objectivo seria ir até foz coa de carro, um mini bus levar-nos a La Fregeneda e fazermos a caminhada de volta até Foz Côa. Tem noção de quais os custos inerentes a este transporte?

    Cumprimentos,

  49. Luís Filipe Mateus permalink
    21/11/2011 12:32

    Muito bom dia. Quero dar os meus parabéns pela grande qualidade do vosso site, quer dos textos, quer das imagens. Eu, confesso, detesto caminhar, sou praticante de BTT e tenho um grande amor pelas paisagens agrestes e isoladas. O vosso site conseguiu despertar em mim o desejo de fazer este extraordinário percurso. Mais uma vez os maiores parabéns pela extraordinária contribuição que estão a dar para o conhecimento e preservação do nosso património natural e industrial.
    Os meus calorosos cumprimentos
    Luís Filipe Mateus – São João da Madeira

  50. Nuno Carrasco permalink
    17/01/2012 11:35

    Posso dizer: “Eu estive aqui” … foi uma Aventura de uma vida… sair de um dos tuneis e dar de caras com uma série de arvores caidas na linha, mas superá-mo-las… superámos esse obstáculo, túneis escuros, pontes, o “doninha”, dores nos pés etc… Grande viagem, Grande Aventura!

  51. Maria permalink
    20/02/2012 12:26

    Olá bom dia

    Agradeço o seguinte esclarecimento:

    – da Barca d’Alva ao Pocinho são quantos KM ?
    – o trilho está assinalado ou também é pela linha de comboio ?

    Desde já o meu obrigado

    • 19/03/2012 00:32

      Maria,
      Aqui vão respostas:

      – da Barca d’Alva ao Pocinho são quantos KM ?
      resp: 17

      – o trilho está assinalado ou também é pela linha de comboio ?
      resp: é também pela linha, que nalguns casos se encontra (ou encontrava) parcialmente obstruída com vegetação.

  52. Barata permalink
    18/03/2012 00:45

    Boas.
    Fascinante parabéns pela magnifica reportagem..
    Alguém interessado em fazer este percurso em 2012 por altura das férias.
    Estava a pensar fazer mas com tenda para puder aproveitar mais o tempo.
    Cumprimentos a todos.

  53. steve mckay permalink
    19/03/2012 16:30

    amazing , great journey !!

  54. Astrid Almeida permalink
    19/04/2012 04:08

    Olá. Fiquei orgulhosa do vosso documentario. está fabuloso. Apesar de nao ter muitos problemas com vertigens, creio que a Puente de Pollo Vallente seria uma travessia problemática devido ao mau estado e onde me segurar/ apoiar. o percurso ainda pode ser feito? Foi feito com base em mapas, conhecimentos de alguem do grupo? Sabiam o caminho ou é só seguir a linha do Comboio? parabens mais uma vez.

    • 23/06/2012 22:07

      Astrid,

      Tive oportunidade de fazer o percurso duas vezes (em 2002 e novamente em 2005). Na primeira visita, a travessia teve de ser feita pelas vigas, mas na segunda ocasião havia uma escada junto à boca do túnel que permitia fazer o percurso por baixo da ponte. Não tenho informação sobre a situação presente.

  55. 19/04/2012 15:41

    Isto na fofografia é de facto fascinante. Seria possível alguém esclarecer-me sobre o nível de segurança e fiabilidade destas pontes para uma travessia a pé? Obrigada e cumprimentos a todos.

    • 23/06/2012 22:06

      mafaldacruz,

      A última vez que fizemos o percurso foi em 2005, na altura estavam no estado que as fotografias documentam, no entanto desconhecemos se o seu estado de conservação se mantém.

  56. Hélder Martinz permalink
    21/06/2012 09:17

    Pena que o nosso país não preserve e fomente este espaço cultural. Parabéns pelo vosso trabalho, está magnifico e irei divulgar porque merece ser visto. Cumprimentos,

  57. pedro costa permalink
    05/07/2012 14:36

    Parabéns!!! Estou sem palavras.

  58. 05/07/2012 14:39

    Mais uma vez deixo aqui o muito obrigado por mostrarem a todos algumas das belezas que o nosso país tem e que são tão mal aproveitadas.

  59. Luis Sousa permalink
    07/07/2012 02:13

    Alguem interessado em juntar um grupo para precorrer esta rota em Julho ou Agosto ou Setembro de 2012? Respondam para: luislisboa.mkt@gmail.com

    Quanto ao estado de conservação, esta foi a expedição mais recente que conheço:
    http://trilhoseazimutes.com/2012/06/16/rota-dos-tuneis-fregeneda-barca-dalva-16-06-12/

    Quanto às questoes que colocaram que sobre a unica forma de atravessar a rota ser a pé, enganam-se… ja houveram uns habilidosos que montaram um veiculo em 2009:
    http://trilhoseazimutes.com/2012/06/16/rota-dos-tuneis-fregeneda-barca-dalva-16-06-12/

    Por isso nestas ferias de 2012, alguem alinha numa aventura a pé pela linha desactivada?

    • Luis Sousa permalink
      07/07/2012 02:23

      Este é o link do video que me enganei a colocar no post anterior 😉

      • 05/12/2012 17:38

        Esta ponte pareçe ser complicada de passar a pé!!! está lá esse carrinho?

  60. 09/07/2012 12:38

    Parabéns pela reportagem, está muito bem conseguida. Eu acabo de vir de fazer a linha do Tua com mais 5 amigos, desde o Cachão até à estação do Tua em três dias e duas noites. Esta rota dos tunies é sem dúvida um próximo objectivo.

  61. Jorge Carvalho permalink
    12/07/2012 15:51

    Olá! Fiz com alguns amigos o percurso entre Barca d’Alva e la Fregeneda no Domingo passado e a paisagem é algo de especial. Há neste momento algumas partes do percurso que estão a ficar totalmente cobertas de pedras e/ou vegetação (silvas, etc.), pelo que a roupa a levar deverá ter esse aspecto em consideração. As pontes continuam transitáveis (…), mas é fundamental saber ao que se vai, para evitar problemas com vertigens, por exemplo. O percurso entre Barca d’Alva e o Pocinho, que também fizémos, está nalgumas partes, péssimo. Ambos os percursos são feitos pelo que resta da linha do comboio, o que aumenta o grau de dificuldade. Os morcegos continuam fotogénicos. 🙂
    Já agora: Parabéns pelo site, foi por causa dele que acabei por fazer esta caminhada soberba!

  62. alexandre permalink
    15/07/2012 23:18

    Boa noite!
    Algúem com interesse e disponibilidade em efectuar este percurso no inicio do próximo mês (Agosto)?
    Cumprimentos,

  63. Marco permalink
    29/07/2012 17:17

    Viva. Os meus parabéns pelo vosso trabalho, que nos inspirou a fazer o percurso e foi uma das melhores experiências de Trekking que tive ! Muito bom.

    No entanto gostava de dizer, apesar de ser um percurso muito bonito e diferente, que é uma experiência exigente do ponto de vista físico ( cerca de 20 km´s, o calor por ser duro, a maior parte do trajeto é sobre pedras o que obriga a um maior esforço e concentração) e psíquico – passar aquelas pontes, àquelas alturas …. apesar de não ter achado a minha segurança comprometida, há momentos arriscados e acho que vale a pena haver um cuidado elevado e ver no “grupo” quem chega até ao fim …

    Mas de resto, muito muito bom! Parabéns!

  64. Carla Castro permalink
    13/08/2012 23:33

    Gostei muito! Mas já não levam mais o meu homem para essas andanças 😉 love u P.C. ***

  65. 16/08/2012 19:06

    Boas Gonçalo. sou o João Pimenta e josé Leote do CLAC-Entroncamento. Foi com estes textos que fiquei com a noção do que ia passar. Fezemos o percurso de La Fregeneda a Barca d`Alva a 7 de Agosto, excelente, muito bom e muita adrenalina. Tem aqui um excelente trabalho. Parabéns pela descrição.
    Um abraço

  66. Daniela Lopes permalink
    30/08/2012 17:57

    Parabéns,,,,,axo que adorava fazer uma viagem destas pelas paisagens que sou apaixonada….o Douro!!!
    Parabéns têm fotos lindas , estão magnificas !!!

  67. Duarte Gil Ribeiro Barbosa permalink
    01/09/2012 03:43

    Tenho férias em Outubro e gostava de fazer esse percurso. se alguém estiver interessado envie-me contacto para email:dugibar@gmail.com

  68. 02/10/2012 11:44

    olá! Gostaria que me informassem, aqueles que já fizeram este percurso, quanto tempo demoram a fazer? E fiquei com uma dúvida, ao todo quantos km são? É que vi que se tem de dormir, e continuar no outro dia. cumprimentos

    • 03/10/2012 12:22

      Olá Teresa,

      O percurso do lado espanhol são 17 km – demora 5 a 7 horas, dependendo da velocidade de progressão e do número de paragens ao longo do caminho.
      Do lado português são outros 17 km (até ao Pocinho) ou 11 km (se for apenas até à estação de Coa).

      Só é necessário dormir se pretender fazer a totalidade, mas isso pode ser feito em Barca d’Alva onde existem residenciais; a dormida ao relento foi opção nossa.
      Para quem queira fazer apenas uma parte (nomeadamente o lado espanhol) um dia é suficiente, desde que sejam acauteladas as questões do transporte até Fregeneda.

      Espero ter ajudado 😉
      Gonçalo E.

      • 09/10/2012 13:10

        obrigado!!! Já agora na sua opinião, qual é a zona com paisagens e tuneis mais bonitos?

      • 15/12/2012 22:02

        Em jeito de opinião pessoal, eu diria que a zona entre os túneis 1 e 10 é a parte mais espectacular.

      • 12/10/2012 21:21

        Existe alguma equipa que realize esse percurso?

      • 15/12/2012 22:02

        Creio que a maioria dos caminhantes faz o percurso a título particular.

      • 30/10/2012 13:43

        Conheçe algum guia que nos possa orientar depois no percurso? aguardo resposta. obrigado

      • 15/12/2012 22:39

        Olá Teresa, não conheço nenhum guia, o nosso passeio foi a título particular.
        E convém notar que existem (ou existiam) uns avisos da Renfe a proibir a realização do percurso e embora muita gente o faça a nível particular será bastante complicado alguém oferecer serviços comerciais num percurso que formalmente está interdito.

  69. Décio Sousa permalink
    22/01/2013 13:38

    Bom dia
    Estou a ponderar fazer o percurso pocinho- barca d’alva e no dia seguinte ir ate la fregeneda.
    Alguém me pode ajudar na escolha de meio de transporte pra voltar depois ao pocinho?
    Qual o melhor local para pernoitar?
    Algumas recomendações especiais?

  70. João Melo permalink
    05/05/2013 20:15

    formidável! Isto ainda se faz? Quero pegar num grupo de malta com alguma pedalada e fazer-me ao caminho. Podemos ir sem medos?

    Grande abraço, obrigado por esta partilha!
    Fantástico….!

  71. Alexandre faro permalink
    26/05/2013 22:18

    Saudações,
    tive o privilegio de fazer esta caminhada o ano passado associado ao Geocaching, e a unica coisa que posso dizer é que é formidavel, talvez um dos melhores percursos pedestres da Peninsula Iberica.
    Vou voltar novamente este ano como guia de um grupo, e voltarei tantas vezes quanto for possivel.

  72. 24/10/2013 14:39

    Boa tarde.
    Alguem sabe como se encontra o percurso ? Isto é, Ainda é possivel efetuar este percurso com segurança ou já se encontra muito degradado ?

    Cumprimentos

    PS: João Melo podemos juntar a tua malta com a minha. A ideia é a mesma. lol

  73. Bruno Silva permalink
    10/03/2014 00:14

    Excelente, e obrigada pela viagem descritiva, vai ser para fazer este ano. Nota: bons conselhos.

  74. 10/05/2014 22:14

    Simplesmente fantastico

  75. S Humpert permalink
    16/09/2014 11:32

    Bom dia, Gostava de saber se , no trajecto em Espanha ha uma “escapatoria” se uma pessoa que não consegue acabar os 17 kms ?

    • 20/02/2015 19:56

      Caro S Humpert,
      Tanto quanto me recordo, existe uma saída a meio (creio que depois do terceiro ou do quarto túnel) que permite voltar até La Fregeneda.
      Cumprimentos,
      Gonçalo E.

  76. 25/09/2014 11:40

    Parabéns pela reportagem que é um excelente contributo para divulgar a nossa bela região do Douro.

    Cumprimentos, e boas caminhadas!
    Nuno Franco

  77. Nuno Branco permalink
    07/10/2014 15:39

    Eu fiz este percurso em Setembro de 2014. Continua espetacular, as pontes atravessar sempre pela parte metálica, apenas algumas permitem q se atravesse nos passadiços de madeira que foram renovados. Levar calçado de sola rigida, eu levei ténis de atletismo e os ultimos km foram complicados, eu aconselho a levar botas de caminhada. De resto o caminho é espetacular vale mesmo a pena o esforço. Quanto á água é mesmo necessário levar muita água que não se encontra fontes no percurso. Na estação de almendra existe uma fonte que pelos vistos pouca gente tem conhecimento, e está escondida. Depois de passarem a estação têm um caminho pequeno para descer para o rio se seguirem esse caminho existe uma fonte escondida debaixo de umas arvores a água é ótima.

    • BRUJOF permalink
      12/01/2015 18:52

      Boa tarde pessoal, tenho muita urgência de saber se é possivél transporte desde o Pocinho até La Fregeneda. A ideia é fazer desde a Povoa de Varzim-Porto de metro e apanhar o comboi até ao Pocinho, depois Pocinho-La Fregeneda de carro/taxi(ainda não está nada marcado, ajuda) e fazer o caminho des La Fregeneda até ao Pocinho a pé.

      Alguém sabe alguma coisa de transportes até La Fregeneda?

      • 27/01/2015 13:37

        Viva este é um Relato de António Paulo Silva, no Fac, sobre a caminhada na linha do Douro:
        “Bom dia, eu fiz essa caminhada em Agosto de 2012 com mais dois amigos, residimos em V.N.de Gaia e fizémos assim; comboio Porto-Pocinho, Táxi Pocinho-Barca D`Alva, Caminhada Barca D`Alva-Pocinho em dois dias, comboio Pocinho-Porto, são 23km de linha desativada. Se precisar do contacto do táxi eu dou-lho é boa pessoa e fáz bom preço. Abraço e disponha.”

        Ja agora eu tambem ando a organizar essa caminhada. A minha ideia era caminhar desde o Pocinho ate La Fregeneda, apanhar um taxi de volta a Barca Dalva e de barco ate ao Pocinho!! estou a pensar para o fim de semana prelongado de 1 de Maio.
        Boas caminhadas

  78. Maria permalink
    20/02/2015 18:41

    Excelente reportagem quer fotográfica, quer de emoções! Deste tipo de caminhadas apenas fiz na Linha do Tua, entre Tua e S.Lourenço, em maio de 2012. Uma experiência fenomenal. A natureza em estado puro. Há troços em que a única marca do homem é exactamente a linha férrea e há túneis cujas paredes e tecto é a própria rocha, escavada. Uma verdadeira obra de arte em via de submersão… E os sons? um delírio.
    Hoje ouvi falar na Rota dos túneis, vim pesquisar e encontrei-vos, gratificante encontro. Muito provavelmente vou seguir-vos as pisadas logo que passe a invernia e a oportunidade surja… 🙂 Falaram-me de um restaurante em Barca D´Alva que tem alguém que transporta as pessoas até Fregeneda… será talvez mais fácil, agora… 🙂
    Uma vez mais, parabéns!

    • Victor Lopes permalink
      03/05/2015 01:52

      A quem possa interessar está previsto para o fim de semana de 9 e 10 de maio o percurso Pocinho > La Fregeneda.
      Arranque no Pocinho às 11h30.

  79. André Marques permalink
    31/03/2015 22:43

    Este foi um projecto piloto chamado Finding Portugal que foi filmado pela Rota dos Túneis 😉

  80. Nuno permalink
    19/05/2015 13:02

    gostaria apenas de saber se é possível contornar as pontes? já fiz o percurso do pocinho à barca d alva e gostaria de continuar… no entanto as vertigens não me permitem passar as pontes…. será que é possível descer o monte atravessar o vale e subir novamente no outro lado da ponte? muito obrigado

  81. Fausto Correia permalink
    31/05/2015 17:14

    Boa tarde. Obrigado, desde já, pela optima descrição deste passeio. Uma vez que não encontrei nenhuma referencia à data da realização do mesmo, e de acordo com a vossa descrição há partes de percurso nas pontes que se encontram em estado “menos bom”, gostaria de saber se acham que é possível faze lo nos dias que correm. Obrigado. Fausto Correia

    • 19/07/2015 17:51

      Boa tarde Fausto, as imagens que ilustram o site foram obtidas em Julho de 2003.
      Não temos informação sobre o estado actual das pontes, mas dos comentários que temos visto na internet ficamos com a sensação que o percurso continua a ser muito procurado por caminhantes, pelo que aparentemente continua a ser possível percorrer as pontes. No entanto, com o passar dos anos a vegetação tem vindo a crescer, o que poderá atrasar a progressão nalguns troços do percurso.

  82. Miguel permalink
    18/06/2015 00:16

    Muitos parabéns pela partilha! já ando à algum tempo com vontade de percorrer estas linhas, alguém que já o tenha feito que me possa elucidar do melhor percurso, quantos kilometros, tempo estimado, etc? obrigado

    • 19/07/2015 17:49

      Boa tarde Miguel, o percurso desde Fregeneda até Barca d’Alva tem cerca de 17 quilómetros de extensão.

  83. Abílio Marcos Moreira permalink
    18/07/2015 02:54

    Gostaria mesmo muito de fazer este percurso. Fiz várias vezes o trajeto de combóio, enquanto ele funcionou, ou seja, há muitos anos. Era sem dúvida uma viagem espantosa. Nos últimos anos, o único que vi desse troço foi uma estação de Barca de Alva totalmente abandonada.
    Em setembro, estarei em Salamanca, onde nasci e tenho ainda família.
    Se me indicassem alguém que me pudesse acompanhar, estudaria muito seriamente a possibilidade de concretizar este meu desejo.
    De qualquer modo, muito obrigado por manterem viva na memória das pessoas estas recordações.

    • 19/07/2015 17:47

      Boa tarde Abílio, não temos conhecimento de ninguém que organize visitas guiadas a este percurso, mas tanto quanto sabemos este percurso é bastante procurado por caminhantes.

  84. Abílio Marcos Moreira permalink
    19/07/2015 10:18

    Abílio Moreira

    Estes dias deixei um comentário em meu nome, Abílio Moreira. Estranhamente este foi retirado sem qualquer resposta. Posso afirmar que já fiz esse trajeto em combóios com locomotiva a vapor, em combóios portugueses portugueses a diesel e em automotores espanholas que vinham até Barca de Alva para levarem os passageiros.
    Quando falo da admiração que tenho pelo local, faço-o por razões óbvias, nomedamente a bbeleza natural do local e a saudade de viagens que muito dicilmente repetirei.

    • 19/07/2015 17:48

      Abílio, o comentário não foi retirado, o que acontece é que os comentários nesta página são todos sujeitos a aprovação prévia e por isso pode demorar algum tempo até ficarem visíveis no site. Neste momento os dois comentários que deixou já foram aprovados.

      • Abílio Marcos Moreira permalink
        19/07/2015 23:54

        Obrigado pela resposta. Como não o vi, posso ter sido induzido em erro. Vou ver o que é possível fazer. Em algumas localidades vizinhas, como no caso de Hinojosa de Duero, existem guias para acompanhamento de turistas em determinados trilhos. Relativamente a este trajeto, penso que existe em Salamanca uma associação de apoio a esta via, mas nunca entrei em contato com ela.
        De muitas passagens que por aí fiz, recordo-me de haver na Estação de Barca de Alva, um funcionário, com funções na verificação das bagagens, com o nome de Abílio e com tinha alguma amizade, pois já conhecia o meu Pai dos tempos em que este estudava em Salamanca.
        Recordo-me também, numa das ocasiões, em que meu Pai tinha ficado a trabalhar em Arouca, me terem vedado a mim, minha Mãe e minha irmã a continuação da viagem por não sermos portadores de autorização do meu Pai, para sairmos do País. Permanecemos em Barca de Alva um dia e, por fim, ao outro seguimos viagem em direção a Fregeneda e com destino final em Salamanca.
        De qualquer modo, informo que fiquei muito esclarecido sobre o estado do trajeto com a descrição bem estruturada do rota.

  85. João Maia permalink
    29/07/2015 17:08

    Boas,
    Pelo que percebi começam em La Fregeneda, mas segundo o vosso o google maps a linha passem bem a sul… Conseguem indicar no gogole maps onde começaram exactamente?

    • 29/07/2015 17:29

      Olá João, começámos na estação ferroviária da Fregeneda (que fica cerca de 2 km a leste da localidade com o mesmo nome).

  86. Rui Afonso permalink
    03/08/2015 22:31

    Boa noite a todos, eu gostava mais de perguntar como posso arranjar um grupo de pessoas para fazer esta caminhada, pelo menos somos duas pessoas, no máximo quatro, estamos a pensar fazer esta caminhada nos dias 15/16 de Agosto, precisávamos de saber onde podemos pernoitar, qual o preço, como se fazem os transportes???? obrigado pelas respostas que possam dar…. boas caminhadas a todos, Rui Afonso

  87. Américo Rosa permalink
    20/09/2015 22:19

    Já sabes que costumo escrever textos compridos até me perder nas minhas próprias ideias. Agora vou dizer apenas:

    PARABÉNS! Está fantástico!

  88. 21/09/2015 19:21

    Fiz ontem esta caminhada e só posso dizer que adorei.
    Provavelmente a caminhada mais badass do meu historial de caminhadas.

  89. Pedro permalink
    26/01/2016 12:18

    Fantástico ! Excelente crónica, excelentes fotos, de deixar agua na boca e prespetiva de realizar o percurso em breve
    Obrigado!

  90. João Silva permalink
    17/02/2016 13:32

    Boas. Estou a pensar fazer esta caminhada mas não consegui aceder ao seu mapa. Será que mo pode enviar de alguma forma? Agradeço resposta breve, se for possível. Obrigado

  91. 01/03/2016 12:56

    Olá,

    Pretendo fazer este percurso em breve, alguém sabe se está em bom estado? Como estamos no inverno tenho receio que esteja em pior estado devido ao mau tempo que se fez sentir.
    Estamos a pensar ficar em barca d´alva e ir de taxi até la fregeneda e iniciamos lá o percurso.

    Sugestões são bem vindas 🙂

    • Carina G. permalink
      26/05/2016 03:12

      Olá Mafalda.
      Sendo que foi a última pessoa a escrever neste livro de visitas e que, em Março, tencionava realizar o passeio, gostaría de saber se sempre o realizou.
      Tenciono ir em Junho e, tal como a Mafalda, iniciar o percurso em La Fregeneda (indo de taxi desde Barca d’Alva).
      Tem algumas sugestões que possa partilhar comigo?
      Pernoitou a meio caminho?
      Caso fosse possível, agradecia que me respondesse para carina.amg@gmail.com

      Muito obrigada.
      Carina G.

    • Hugo Silva permalink
      08/09/2016 22:33

      Olá!
      Alguém que esteja a pensar ir no último fim de semana do mês fazer este percurso?
      Um abraço!

  92. Carla Marcelino permalink
    10/05/2016 00:40

    Boa noite. Sendo natural e residente do concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, aprendi a amar este caminho. No entanto, o vosso registo fotográfico da estação de Barca D’Alva é, na verdade, documento histórico, pois atualmente todas as dependências estão seladas com paredes, inacessíveis pelo exterior. O meu recurso a este blog prende-se com o pedido de utilização dos vossos registos fotográficos para um trabalho académico no qual pretendo denunciar o vandalismo do qual esta estação tem sido alvo sucessivo, aliado ao abandono que vergonhosamente o nosso estado dedicou a esta e outras semelhantes. O meu contacto é carla.marcelino.almofala@gmail.com. Do fundo do coração, agradeço que me autorizem a usar as vossas fotos. Talvez um dia as possam tirar de comboio, sobre o Águeda!!!

  93. 23/09/2016 18:29

    Olá Boa tarde, alguém me consegue arranjar o contacto do taxista de Barca d´Alva ?

  94. Elsa permalink
    06/03/2017 12:16

    Fui em Janeiro de 2016, deixo aqui um vídeo https://youtu.be/htY_HCYZEBg
    E já agora quem ainda não foi e quer a experiência talvez tenha de se apressar pois talvez um dia voltem a circular comboios aqui 😉 https://www.publico.pt/2017/02/06/local/noticia/estudo-defende-linha-do-douro-como-alternativa-a-beira-alta-para-ligacao-a-espanha-1760722

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: